Há pouco menos de dois meses, a gente publicou aqui o recorde que o Corvette C7 ZR1 cravou na pista de Virgina International Raceway (VIR), nos EUA, batendo o tempo do Ford GT. O desempenho dele (que você pode ver no vídeo que tá lá na matéria) foi impressionante mesmo, mas a Chevrolet ainda não divulgou tudo o que o carro é capaz. Pelo menos não oficialmente.

De acordo com uma notícia publicada no site Carscoops, um postagem do Corvette Blogger diz que o gerente de produto responsável pelo Corvette na GM afirmou que o cupê acelera de 0 a 60 milhas por hora (o 0 a 96 km/h dos americanos) em incríveis 2,85 segundos. O ZR1 chega aos 160 km/h em 6 segundos e passa na marca do quarto de milha em 10,6 segundos, a 215 km/h.

Os números são de respeito, tratando-se da versão mais insana do Corvette. Mas como a própria notícia pontuou, este desempenho do ZR1 não fica tão distante do que a GM já havia conseguido há três anos, com a geração anterior do modelo, que tinha cerca de 100 cv a menos. Ou seja, a tese de que esta seja a última geração do Corvette com motor dianteiro ganha mais fôlego, uma vez que parece haver pouco espaço para aprimorar o motor LT5 6.2 V8 de 765 cv e 98,8 kgfm e a aerodinâmica na configuração atual do carro.

Se hoje ele tá em pé de igualdade com a maior parte dos seus rivais cupês centrais-traseiros da Europa, o McLaren 720S, que cumpre o quarto de milha em 9,7 segundos, é um norte aparentemente inalcançável para o Corvette atualmente.

Resta saber o que a GM reserva para o futuro do clássico esportivo americano na geração C8.