Até o Porsche 911 GT2 RS contestar o reinado em Nürburgring, quem ditava as regras por lá era o Lamborghini Huracan Performante (ao menos entre os carros de produção). Portanto, por mais que o recorde dele tenha sido batido, a etiqueta Performante impõe respeito. Mas depois que a Lamborghini lançou o Urus, fica a pergunta: até onde ela vai com ele?

O SUV já chega numa versão que não é nada mau em termos de potência. Motorzão V8, biturbo, 660 cv. E eles até já tem uma variação híbrida dele na manga, que pode ser ainda mais forte, já que contará com auxílio de motores elétricos (seria a mesma tecnologia empregada no Porsche Panamera Turbo S E Hybrid).

Mas e uma versão verdadeiramente esportiva como a Performante? Será que vão fazer? O estúdio 30 já pensou em como seria o SUV vestido de Performante, incluindo a cor verde em alusão ao Huracan do recorde no inferno — também — verde.

Acontece que a versão Performante do Huracan só conseguiu um temporal daqueles em Nürburgring devido a várias modificações aerodinâmicas no carro, não uma preparação mecânica. E convenhamos que SUVs podem até ser brutais, mas não são verdadeiros exemplos de como se cortar o vento da maneira mais eficiente possível…

Portanto, fica a pergunta: até onde a Lamborghini vai com o Urus?