A divisão de operações especiais da McLaren anunciou a criação de um programa de restauração de fábrica para o clássico F1. Todas as 106 unidades produzidas entre 1993 e 1998, sejam as de rua ou as de corrida (GTR), poderão retornar à Woking para ficar zeradas novamente, com direito a certificado de originalidade. O preço dependerá do estado de cada veículo. Chute um valor elevado… deve ser maior que isso!

O primeiro exemplar restaurado pela MSO (McLaren Special Operations) foi um raríssimo F1 25R, em 18 meses de trabalho. O modelo tem um histórico longevo em corridas, incluindo participação nas 24 Horas de Le Mans de 1997, tendo abandonado após duas horas de prova por uma ruptura na mangueira de óleo.

Por muito tempo, o McLaren F1 – equipado com motor V12 de 636 cv e 66,4 kgfm – foi o carro de rua mais veloz do mundo. Sua marca de 386,4 km/h, estabelecida em 1998, só foi superada em 2007 por um tal de Bugatti Veyron.