Nessa era em que recordes de Nürburgring se transformaram em argumento em debates entre entusiastas, a gente não poderia ignorar o feito que a BMW M5 atual conseguiu no inferno verde, nas mãos do piloto Christian Gebhardt, em teste feito pela Sport Auto, uma empresa independente respeitada nessa tarefa.

O sedã monstruoso da Baviera nesta geração F90 conta com um motorzão 4.4 V8 biturbo capaz de gerar 600 cv, pareado a um câmbio automático de 8 marchas e um inédito sistema de tração 4×4 pra ele, que com certeza contribuiu para ele virar o temporal que virou, em comparação com a geração anterior.

O M5 anotou uma volta de 7min38seg, a distantes 17 segundos a menos que o antecessor. Certamente a tração nas quatro rodas contribuiu para que o piloto pudesse atacar as curvas com mais velocidade e retomá-la mais rápido também nas saídas, pois o sedã deve grudar no chão! Assista à volta completa no vídeo abaixo, publicado pelo canal da Sport Auto.