Preste atenção neste Porsche de 1996, pois só existem 11 deles no mundo e agora esta unidade vai a leilão nos Estados Unidos por cerca de US$ 1,7 milhão (R$ 5,5 milhões sem impostos ou taxas de importação para o Brasil). O 911 GT2 Evo é o resultado de uma sucessão de homologações para a categoria GT1.

PORSCHE-GT2-3

Ele é o Porsche aircooled mais potente que já saiu da fábrica da marca em Stuttgart. Seu motor de 6 cilindros contrapostos 3.6 bi-turbo rende 600 cv de potência e 67,7 kgfm de torque. Entendeu agora de onde o Akira Nakai da RWB tira inspiração? Este monstro começou a nascer quando a Porsche criou o 911 RS para a categoria GT de automobilismo.

PORSCHE-GT2-2

BX-Sparco_610x200

O RS tinha motor aircooled aspirado 3.8 com cerca de 300 cv. Sua carroceria era alargada, como os 911 Turbo de rua, e os freios eram maiores com pinças de 4 pistões. As barras estabilizadoras eram totalmente ajustáveis na dianteira e traseira. Com ainda mais foco nas pistas, veio em seguida o RSR. Este 911 ganhou roll-cage, reforços na dianteira, um alto aerofólio na traseira, cinto de 6 pontos e extintor de incêndio integrado.

PORSCHE-GT2-4

BX MotorCrazy_610x200

Em seguida veio o GT2, que incorporou a pureza dos RS e RSR e abraçou a brutalidade do motor bi-turbo da geração 993 com 444 cv de potência. O GT2 era praticamente um carro de corrida que podia ser emplacado. O visual era agressivo com aletas aerodinâmicas, para-lamas alargados parafusados na carroceria e uma imensa asa traseira com entradas de ar integradas.

PORSCHE-GT2-6

Por usar só tração traseira, ao invés da integral da versão de rua Turbo, o GT2 ficou ainda mais leve e com velocidade máxima de 305 km/h. Este 911 GT2 Evo, com só 7 mil km rodados e de um único dono, foi criado para homologar a versão de competição para a categoria FIA GT1. O seis cilindros boxer 3.6 bi-turbo gera 600 cv e 67,7 kgfm de torque.

PORSCHE-GT2-5

BX AJBuchas_610x200

A traseira é ainda mais alargada e o para-choque dianteiro tem entradas generosas para resfriar freios e o radiador de óleo. O aerofólio traseiro, que já era extravagante pra caramba, ganhou uma segunda asa para segurar a besta no chão. Quando ficou pronto, em 1996, os adversários da GT1 haviam evoluído muito. A Porsche então passou a desenvolver para as pistas a geração seguinte do 911, a 996, que já usava motores refrigerados a água. Por isso esses 11 Porsche 911 GT2 Evo são tão raros e especiais.

PORSCHE-GT2-7