A Seat pode ser uma marca menos lembrada aqui no Brasil — afinal, o Ibiza parou de ser importado há 15 anos — mas na Europa ela continua firme e forte e se renovado. Recentemente, a marca, que é um dos braços “populares” do Grupo Volkswagen no velho continente (junto com a própria Volkswagen e a Skoda), adquiriu os direitos do nome Cupra pra batizar seus futuros modelos esportivos.
E eis que nesta segunda-feira (4) o primeiro deles foi revelado antes da apresentação oficial em Frankfurt: o Leon Cupra R. O carro vai ser uma das estrelas da marca no salão e traz um visual bastante invocado, com para-choque robusto, entradas de ar grandes, rodas de aparentemente 19 polegadas, saída dupla cromadas de escape atrás e um pequeno aerofólio no teto (caberia uma asa maior, vai). O detalhe interessante é que esse kit aerodinâmico (spoilers e saias) são de fibra de carbono.
O carro é baixinho, com suspensão adaptativa e freios da Brembo com discos ventilados e perfurados. Sob o capô, o Leon Cupra R traz um motor de 310 cv de potência, quando acoplado ao câmbio manual de seis marchas, ou 300 cv quando com o DSG de dupla embreagem de seis marchas também. A tração é sempre dianteira.

Seat Leon Cupra R

Eles não entraram em detalhes a respeito do motor, nem confirmaram qual bloco é. Só disseram que se trata do Seat de produção mais potente feito pela marca.
Considerando que ele é feito sobre a mesma plataforma MQB do Polo europeu e do Audi A3, deve ser um tesão guiar esse hatch. Faz a gente querer ainda mais uma versão nervosa do novo Polo por aqui, que deve ser lançado oficialmente por aqui ainda este mês. Afinal, a plataforma MQB é praticamente a mesma (a do Polo brasileiro é uma versão simplificada, chamada de A0), portanto a capacidade de ter uma dinâmica apurada com um motor potente é muito provável.